Blog

Dicas para Corretores

Como ter fotos incríveis nos seus anúncios de imóveis.

Como ter fotos incríveis nos seus anúncios de imóveis.

Você sabia que a forma como um imóvel é fotografado pode ter um grande impacto no número de leads que ele recebe?

Fotos bem tiradas podem ser um meio de você destacar o seu imóvel em meio ao número crescente de anunciantes existentes. Isso porque, as imagens são parte da primeira relação do potencial cliente com a propriedade e podem gerar, em segundos, desejo ou desinteresse.

Ainda vemos hoje muitos anúncios com fotos amadoras, imagens com falta de detalhes e informação, galerias com mais fotos das cercanias do que propriamente do imóvel, entre outros erros críticos. Caso você esteja pensando em potencializar o desempenho do seu anúncios, comece pelas fotos!

Dicas para tirar boas fotos

O que seriam boas imagens para anúncios de imóveis? Coloque-se no lugar do usuário que está buscando uma oportunidade para investir. O que você quer ver? Fotos bem tiradas ajudam a mostrar os itens presentes no imóvel, o tamanho da propriedade, a vista e até a sensação de conforto. Com boas fotos, você poderá captar a textura, o acabamento, o tamanho e até detalhes mais específicos, como a luz do amanhecer incidindo no quarto do casal, por exemplo. Os clientes potenciais precisam se imaginar no imóvel, sensação que pode potencializar a vontade de compra ou locação.

Para isso, não são necessárias super câmeras. Com uma câmera digital simples, uma GoPro ou mesmo um celular atual é possível fazer imagens com amplitude, harmonia e boa iluminação. Você não precisa ser um profissional, desde que se atente a alguns detalhes essenciais. Porém, se você possui muitos imóveis ou não entende nada de fotografia, é recomendável recorrer a um profissional ao invés de usar fotos pouco atrativas nos seus anúncios.

Vale a pena gastar com fotos profissionais?

Você pode estar se perguntando: será que vale a pena o investimento de tempo e/ou dinheiro? Em um simples teste A/B entre fotos antigas e novas produzidas respeitando regras básicas de fotos de imóveis, especialistas notaram o número de leads dobrar. Mesmo sem ter acesso a esses números, é possível notar por que boas fotografias fazem tanta diferença na procura por imóveis.

  1. Cuidado com a luz

Todo fotógrafo profissional sabe que a luz é fundamental para que uma foto tenha chances de sair boa. Para fotos de imóveis, esqueça o flash. Prefira tirar fotos de dia e aproveite a iluminação natural que entra pela janela. Como essa iluminação geralmente não é suficiente para iluminar todo o ambiente para fotografia, uma dica é acender as luzes da casa. Além de deixar o ambiente mais agradável, a luz natural permite que o usuário visualize a real entrada de luz natural no imóvel.

  1. Não esqueça do enquadramento

O bom enquadramento é essencial para fotos de imóveis. A visão e a perspectiva devem estar alinhadas. Evite linhas convergentes, que costumam causar deformações na perspectiva de quem vê a foto. Para que isso não aconteça, a dica é tomar uma boa distância do imóvel, dando preferência à vista com ângulo de maior amplitude. Se bem tirada, a foto pode dar a impressão de um cômodo maior. Do contrário, você poderá passar a impressão de que o imóvel é menor do que realmente é.

Outro erro comum de enquadramento é mostrar a porta na tentativa de fazer a foto com todo o ambiente. Não coube na foto? A dica é utilizar uma lente “olho de peixe”, típica das câmeras de esporte e aventura (como a GoPro). Não tem orçamento para tanto? É melhor fazer várias fotos do mesmo lugar, dando uma noção de como o ambiente realmente é.

  1. Mostre todos os itens importantes

O imóvel tem ar-condicionado ou uma TV flat? Uma vista legal? Então não esqueça de fotografá-los! É fundamental também mostrar todos os cômodos, a fachada do prédio, os acabamentos, entre outros itens. Tente resumir tudo o que seu imóvel tem de melhor nas fotos que irá colocar no site.

  1. Organize os cômodos

Ninguém quer comprar ou alugar imóveis sujos ou desorganizados. Isso inclui a disposição dos móveis e até o excesso de objetos sobre uma mobília, no caso de locação. Um móvel mal posicionado, fios aparentes, paredes encardidas, lixo ou materiais de reforma esquecidos podem tirar a atenção do cômodo e causar a impressão de que todo o imóvel está sujo ou bagunçado. Retire objetos desnecessários dos cômodos, feche a tampa do vaso sanitário, arrume os móveis perfeitamente, limpe a sujeira aparente etc. São esses cuidados e os detalhes que fazem uma grande diferença no aspecto final da galeria de fotos.

  1. Tire muitas fotos

A quantidade de imagens para mostrar um imóvel depende bastante do imóvel em si. Se você contar um mínimo de três fotos por ambiente, terá cerca de 12 a 15 fotos. Mas para chegar a esse número, você vai precisar tirar muitas fotos. Abuse da quantidade, mostrando os ambientes de vários ângulos, os armários fechados e abertos, com as janelas abertas e fechadas e por aí vai. Quando terminar a curadoria de fotos para publicar nas redes, pergunte-se: se eu não conhecesse esse imóvel pessoalmente, seria suficiente?

Mas tenha cuidado com o exagero. Apesar de ser muito interessante ter muitas fotos que consigam mostrar os detalhes e não deixar o cliente com dúvidas, você não deve ficar repetindo os mesmos ângulos desnecessariamente, para não perder a atenção do comprador ou locatário em potencial.

  1. Escolha uma bela foto de capa

É essa a primeira foto do seu imóvel que o usuário terá contato. Por isso, escolha bem a imagem e tente conectá-la com a chamada de texto. Essa foto é muito importante porque é a isca para que o potencial cliente se interesse pelo seu imóvel. Então não adianta escolher na internet uma foto linda da praia que fica próxima ao apartamento e utilizá-la como capa. Agora, se você tirar uma foto da sacada com vista para o mar, definitivamente, use-a! A mesma dica vale para imóveis com piscinas e jardins.

  1. Monte a galeria conforme a ordem da visita

Não há uma regra para ordenar as fotos, mas recomendamos colocá-las na ordem da visita, isto é, os cômodos após a entrada da casa ou apartamento devem ser os primeiros da galeria. Isso dá uma sensação de realidade que pode ajudar na visualização do imóvel pelo usuário. Você também pode colocar fotos do condomínio ou de locais próximos ao imóvel, mas deixe-as para o final da galeria. Lembre-se de priorizar as imagens do imóvel e, somente depois disso, mostrar os benefícios extras.

  1. Não encha a galeria com fotos do destino

Pode colocar fotos do entorno do imóvel? Pode. Ao adicionar fotos de atrações locais próximas, forma-se uma ligação subliminar entre sua propriedade e a atração. Essa conexão é muito poderosa, mas você não deve abusar. Afinal, o usuário vai comprar/alugar o imóvel ou o parque próximo a ele?

  1. Vá além: faça um vídeo

É comum vermos pessoas que estão buscando imóveis fazerem vídeos com o celular ao visitá-los. Por que então não utilizar esse recurso para dar uma noção mais próxima e real do imóvel que você pretende vender/alugar? Se você olhar no YouTube, vai encontrar muitos vídeos nesse estilo.

Bom, se você chegou até aqui, certamente percebeu que a composição da foto é muito importante. Para toda foto que você tirar, pergunte-se: O que eu sinto ao vê-la? Essa foto me desperta vontade de viver neste imóvel? Existem várias possibilidades de uso de fotos de imóveis para otimização dos seus anúncios. Por isso, veja outros anúncios, fique ligado na concorrência e inspire-se.

 

Gostou da dica do Clube de Vendas? Compartilhe nosso blog com os amigos:

https://www.clubedevendas.com.br/blog/

 

 

Créditos:

Texto adaptado, publicado originalmente

por David Cavalcanti no site stays.net/blog

Foto: <a href=’https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/mulher’>Mulher foto criado por drobotdean – br.freepik.com</a>

Compartilhe nas redes sociais